segunda-feira, 10 de novembro de 2008

agradece-se resposta, p.f.


Cheguei.

Não há lugar para estacionar.

Bolas, lá tenho que pôr o carro ali no meio das ervas.

Ok.

Travão de mão, engatar a 1ª, desligar a chave e tirá-la da ignição.

Carteira, mala de documentos, portátil, guarda-chuva, chaves do escritório e do gabinete. Não está frio, mas visto a parka porque não tenho mãos que cheguem.

Rais parta. Pareço uma burra de carga.

Pisca um olho e depois o outro.

Está imóvel e com cara de preguiça, o que para mim quer dizer cara de gozo.

Refastelado, abrigado, preto, gordo e livre.

Nem se mexeu, quando bati com a porta.

Continuou lá, a piscar um olho e depois o outro, debaixo do arbusto que não o deixa ficar molhado, com as patas em concha debaixo do corpo anafado, a mostrar a vidinha de gato.

E nós é que somos racionais??

11 comentários:

de dentro pra fora.... disse...

Pois é por essas e por outras que á quem diga ' quem me dera uma vidinha de cão, neste caso de gato, né!?

Antonio saramago disse...

Eles são livres pois são; mas também porque não terem todos uma casinha, um abrigo um pouquinho confortável.
A maioria de nós, os Racionais como referes, não damos a minima importãncia aos animais chamados de domésticos.
Eu tenho um fofinho desses em casa e todos nós que com ele coabitamos, já nos interrogámos sobre quando ele nos faltar.
Afeiçoamo-nos e eles sabem muito bem quem lhes dá carinho e melhor ainda o sabem retribuir.

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Não me diga que estava à espera que ele o fosse ajudar a carregar as coisas!!1 ( rsrsrs)
Adoro gatos e tenho algumas histórias doces com eles. Aprecio-lhes, acima de tudo, a liberdade, a independência e a forma subtil como se (nos)impõem.

Patti disse...

Não há aninal mais sensato e inteligente que o gato.

E o olhar displicente que nos deitam? Magnífico!

Si disse...

De dentro para fora,
Só me apetecia esgadanhá-lo...que inveja!!!!

Si disse...

António,
Por acaso aquele, até tinha ar de sobrenutrido!
Mas sim, há muitos animais abandonados, demasiados. E sobre eles hei-de contar aqui algumas histórias que tiveram um final feliz.

Si disse...

Carlos,
Então não estava?? Tinha 4 patinhas livres, ora essa!! rsrsrs
E eu também adoro gatos e também tenho umas historinhas doces e outras agridoces que passei com eles. Um dia conto.

Miepeee disse...

Ha gatos/as com grandes vidas, a Nina e uma delas. Ate tem direito a massagens por parte da B. :)

Si disse...

Patti,
E que maneira! Todos os felinos, em geral, me causam uma admiração imensa. Dos gatos domésticos aos leões e às chitas (as minhas preferidas), têm todos uma personalidade incrível.
Agora aquele, ficou-me atravessado, pela 'tanga' que me deu! rsrsrsr

Si disse...

Miepeee,
Ainda bem. Eles merecem. O Pipocas também foi um privilegiado e tenho dele muitas saudades.
Beijinhos

BlueVelvet disse...

Nestes últimos dias bem tenho invejado a vida do meu cão.
E este gato também tem ar de estar bem feliz.
Que inveja:))
Beijinhos de mim para Si