quarta-feira, 4 de novembro de 2009

onomatopeias


E vieram os piratas, em manobras de abordagem, balançados nas grossas cordas, tchin, tchin, tchin, defendem-se os Mosqueteiros, pum, pum, trrum, disparam as balas dos canhões, vuucchhh, vuuuuchhh, caem as setas dos índios dentro do forte, ayaayayayaa, eu ser Touro Sentado, e só falar com Daniel Boone, tchh, tchh, tchh, uhhh, uuuhhh, apressa-se o Expresso que leva para o Oriente longínquo o crime perfeito, flap, flap, flap, sobe a passarola de Bartolomeu, trrring, trrrring, trring, soa a campaínha da bicicleta, na volta ao mundo em 80 dias, glub, gluuub, glllub, desce mais uma légua o submarino, arf, arf, arf, ainda falta tanto para acabar esta viagem ao centro da Terra, clap, clap, clap, para a actuação da Madame Butterfly, catapum, catapum, catapum, lá vêm os cavalos da corrida do Hipódromo, zás, trás, pás, caiu o Conde de Montecristo em cima dos seus inimigos, enquanto um deles, da surpresa, se estatela estrondosamente no chão, vítima de apoplexia fulminante.
E eu, cansada destas aventuras, shhhhhhhh, adormeço serena e profundamente, zzzzzzzzzzz.

14 comentários:

salvoconduto disse...

Onoquê? E depois diz que lhe dá o sono. Tá bem tá! Ó vizinha desde já a aviso que se me vier convidar para fumar o cachimbo da paz, desde já lhe digo que tal como o Grande Chefe Raposa Esfaimada que só fumo charutos Mercator! Que raio é que lhe deu para me vir falar no Touro Sentado? Eu até nem o gramo e teria a ajustar umas contas com ele se fosse vivo!
Com grande cagança derrotou o Sétimo Regimento de Cavalaria Americana, e mandou desta para melhor o branquelo do General Custer. Toda essa valentima para vir a entregar-se e acabar por fazer parte daqueles shows miseráveis do Buffalo Bill. A mim com o raio do post pode crer que já me tirou o sono!

Gi disse...

Truz, truz, truz e eu bato-lhe à porta que quero entrar. Ão, ão, ão veio de lá o cão e pôs-se a ladrar.
Miaaaaaaaaaaaaauuuu assustou-se o gato que passava atrás de um rato.
Psssssssssssst, pernas para que te quero, fugi daí.
Fuuuuuuuuuuuuuuui!

pedro oliveira disse...

E não é que estava a ler e a imaginar as onomatopeias totas!!

Rosa dos Ventos disse...

Como é a onomatopeia para palmas?! :-))

Abraço

Justine disse...

...serena e profundamente, e divertida com certeza, como eu estou agora ao ler-te:))

Luísa disse...

Também fiquei estoirada, Si, com tanta aventura em quinze linhas. Mas não adormeci e estou pronta para mais quinze. ;-)

fugidia disse...

E eu, com esta música de fundo, estou cheia de energia!
:-D

Patti disse...

Schléck, schléck, estou toda lambuzada com este post.

paulofski disse...

Ah ah ah ah... Ó vizinha e eu sentado no saloon na companhia de um copo de wiskey marado, toda esta aventura me deixou bem acordado!

Clap, clap, clap... biiiisss!

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Cheguei ao fim da leitura cansado, já não tenho idade para tantas aventuras.
Clap, clap, clap, para o post e sua autora

Lúcia disse...

Ó Si... apetece-me sentar as minhas crias uma em cada perna e fazer o coro!:)
Bravo!
Bpom encontrar assim... blogues arejados:)

Violeta disse...

há tempo que não via tanta onomatopeia...

Filoxera disse...

Bons sonhos!
Ou devo dizer "bom ó-ó"?
:-)

Dulce Braga disse...

Como adormecer depois de tanta adrenalina?!?!:))