domingo, 15 de novembro de 2009

confissões de domingo # 2

Quero uma lareira, um sofá, uma manta, um pijama largo, um par de meias de lã, umas pantufas quentes, uma chávena de chá a fumegar e um livro.
Novinho em folha, a escaldar nas mãos.


Quer entrar e aproveitar o aconchego?
Então vá, instale-se que eu leio em voz alta.
Só por ser para si.

Tremia, quando encostaram o carro à tua porta.
A corrida estava prestes a começar, só subiria para recolher um livro. Ofegava como um cavalo cansado quando galguei aqueles quatro andares a pé, nervosamente, e, suspensa num degrau, perguntei:
- Estás aí?
Era a primeira vez que te ouvia, a tua voz a sossegar-me:
- Claro!
Abrandei a escalada tomada de uma sensação conhecida: uma vez mais alguém mudaria a minha vida. Não sabia até que ponto ias fazê-lo, mas soube logo que eras tu. Talvez tivesse adivinhado antes, mas era ainda tão inverosímil que não me dei crédito nem, lembro-me agora, tive tempo. Estavas ali, surgias antes de me recompor, era já naquele andar, tomara fôlego para mais degraus, mas não foi necessário. Expectante, com um olhar risonho, longinquamente retraído, enfrentando-me logo, evitando elegantemente encostar o olhar nalgum aspecto da minha indumentária ou numa só forma do meu corpo, como que a aceitar-me logo, sem restrições, foi esse o instante que o meu coração reteve e guarda como uma relíquia, Nuno, esse o momento em que te conheci e reconheci como alguém que me estaria destinado....(*)

(*)Extracto autorizado da obra '4 & 1 Quarto' de Rita Ferro

13 comentários:

cristina ribeiro disse...

Mas que bom programa. Estou a pensar num parecido, só que já tinha pensado pôr no leitor de DVDs um filme que há muito quero rever.

Violeta disse...

Si
Eu tenho um sofá, uma manta, um pijama largo, um par de meias de lã, umas pantufas quentes, uma chávena de chá a fumegar e um livro, um belo livro...
Bjs

Fatima disse...

O programa é interessante.
Gostei do excerto do livro ....

http://www.simecqcultura.blogspot.com/

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Lareira por aqui ainda não é preciso e pijama, não uso. Nem largo, nem apertado. O chazinho é que não faltou e, quanto ao livro, continuei a ler os "Anagramas de Varsóvia" do Richard Zimmler.
De qq modo, obrigado pela leitura da Rita Ferro.
Boa semana para si

Pitanga Doce disse...

Olha, eu quero tudo que descreves no primeiro parágrafo mas já o livro...há gente a mais nessa cama!

Kristal disse...

Bom conselho,na verdade,mas eu, com esses apetrechos todos, nunca mais me levantava do sofá e lá se iam as tarefas de fada do lar...

Abraço

Gi disse...

Eu hoje também queria continuar no aconchego do meu quarto, toda eu, pronto 1/2, 1/4 que fosse, vá! Schuifff!

Lúcia disse...

Ó Si, que serão tão confrotável...
Apelativo e com os entidos despertos!
Mas prefiro o café ao chá. Só o aroma... Pode ser?:)

pedro oliveira disse...

O meu foi passado em casa com a canalh a organizar a biblioteca deles.
boa semana
bjs

Sunshine disse...

Hoje continua a apetecer-me o sofá, os pijamas, o chá e um livro...
beijinhos com raios de sol

Vera disse...

o meu não teve essa lanzeira, mas não deixou de ser calmo...
um beijo tardio

paulofski disse...

Saí à chuva e voltei, para continuar a ouvir a chuva a escorrer.

Turmalina disse...

Que texto maravilhosamente poético e contundente. Aguçou-me os sentidos.
Mas voltando ao início do seu post...sim, quero sim uma lareira, um sofá, uma manta, um pijama largo, um par de meias de lã, umas pantufas quentes, uma chávena de chá a fumegar e um livro.E pode ser este aí mesmo!
Aqui faz um calor verdadeiramente tropical.Eu juro que não convivo bem com esse calor tudo.Tem quem goste e se sinta bem...eu não.Eu fico bem mesmo é no friozinho, pero no mucho!!!