sexta-feira, 17 de abril de 2009

intimidades


Para lá dos limites do meu recanto, baila-me a mente, num bailado sincronizado e funambulista, que me aproxima do céu, das nuvens e do ar mais rarefeito, mas puro. Percorro essa fronteira sem marca, com o conhecimento exacto dos limites do arrojo, da vertigem tentadora de saltar e seguir as aves que cruzam as alturas.
Inspiro profundamente, enchendo os pulmões, a ganhar alento para novas batalhas com o corropio irrequieto dos pensamentos, a tentar segurar as palavras indomadas e bem oxigenadas que me irão sair pelos dedos fora, enquanto, já cansada, regresso, saciada, ao meu espaço íntimo, que guarda, preciosamente, os segredos de ser eu.

12 comentários:

Vekiki disse...

Bonito. Inspirado e inspirador. Forte e ao mesmo tempo tão cheio da simplicidade das coisas bonitas. Boa sexta feira :)

Gi disse...

Estamos numa atitude intimista e flexiva do fim-de-semana que se aproxima? Tempo de carregamento de baterias para mais um embate.

once disse...

nos segredos de ser eu está a explicação que por vezes me foge. me falta.

:) Gostei.

Pitanga Doce disse...

Imagino que depois de tanta oxigenação hão de vir posts cheios de inspiração que nos farão viajar em bolhas flutuantes. "Penso eu de que!" hehe

bom fim de semana para Si

Antonio saramago disse...

Uma visitinha desmorecida de tudo, mas ao menos para te desejar um BFS.

BlueVelvet disse...

Não tente segurar as palavras.
E quanto mais indomadas, melhor.
Saem posts perfeitos, como este.
Beijinhos de mim para Si

Patti disse...

Funambolismo? Ai, que tive sempre tanto medo que os senhores que o fazem caissem.
Se eu soubesse antes, que era assim tão seguros que eles se sentiam...

1/4 de Fada disse...

O ar rarefeito é-lhe benéfico: resultam textos magníficos.

de dentro pra fora.... disse...

São viagens sempre proveitosas, não são!??

BEijinhos, bom fim de semana

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Soltem-se então as palavras. Não vale a pena segurá-las quando estão irrequietas.Já bastou o temp em que tínhamos que as reprimir, para não serem banidas pelo lápis azul da Censura.
Anda desaparecida... será que apanhou algum resfriado lá pelo Rochedo?

Violeta disse...

os segredos de sermos nós.. muito importante este espaço..
bom fim de semana

Si disse...

Coooff, Cooofffff, Coooooooooffff!!
Ai qu'eu 'tou tão atacadinha...
Desaparecida em combate, é o que eu estou, realmente!!
E, sim, um CBO mal passado....perdão, mal fechado, e as suas correntes de ar lá no Rochedo, é que me deixaram assim.
Cooooffff!! Cooooooofffffff!
Até que os dedos me doam, vou ter que digitar esta coima direitinho:
- Coi-ma de fal-ta de res-gu-ar-dos e ven-ta-ni-as in-tru-sas chei-as de ví-rus tú-ssi-cos: tre-zen-tos aé-ri-os. In-fra-c-tor: o do cos-tu-me...
Humpf!!