quarta-feira, 8 de abril de 2009

apenas uma questão...estará tudo doido???


Não costumo fazer posts sobre actualidades, a não ser em casos muito excepcionais.
Como hoje.
Ao abrir o site da TSF, deparei-me com o título desta notícia e respectivo vídeo.
A primeira pergunta que fiz a mim mesma foi 'como é que é possível um homem morto mostrar um vídeo??'
Aprofundando, li o resto.
Fiquei esclarecida e, tal como antes, dei razão ao post do Luís Eme, no 'Largo da Memória', que poderão ler aqui.

Homem morto nos protestos agredido antes pela Polícia, mostra um vídeo
Hoje às 06:20

O homem que morreu, na semana passada, na manifestação contra a cimeira do G20, foi agredido pela polícia antes de falecer, mostra um vídeo divulgado terça-feira pelo diário «The Guardian» na sua edição electrónica.
Ian Tomlinson, um vendedor de jornais de 47 anos, morreu de enfarte a 01 de Abril perto de uma manifestação em frente do Banco de Inglaterra, à margem da reunião que o G20 (países ricos e emergentes) realizou no dia seguinte em Londres.
Tomlinson, que não participava no protesto, sofreu um enfarte quando tentava passar um cordão policial a caminho de casa depois de terminar o trabalho no quiosque, situado na City, o centro financeiro da capital britânica.
No vídeo, gravado por um gestor de fundos nova-iorquino às 20:29 daquele dia, vê-se como o vendedor de jornais avança de forma descontraída, mãos nas algibeiras, seguido de perto por um grupo de polícias que parece convidá-lo a acelerar o passo. Um deles empurra-o então com violência pelas costas.
Ian Tomlinson perde o equilíbrio e cai por terra. Ainda consciente, fica sentado chão, parecendo invectivar os polícias.
Pouco depois, o homem sucumbirá a um ataque cardíaco, e nem os médicos nem os polícias conseguiram reanimá-lo.
O jornal entregou o vídeo à Comissão Independente de Queixas contra a Polícia (IPCC, siglas em inglês), que já na segunda-feira anunciou que investigaria se o vendedor de jornais tinha sido alvo de agressão, como denunciaram várias testemunhas.





É de mim, ou, realmente, está mesmo tudo doido???

15 comentários:

Gi disse...

Não, não estará tudo doido. É tudo doido.

Patti disse...

Meu Deus, ninguém lhe deitou a mão?
Incrível! Ou, infelizmente, será que não, que isto é que é o normal dos nossos dias?

Antonio saramago disse...

Esta-se na semana da RESSUREIÇÃO!!!!

UMA PÁSCOA MUITO FELIZ!!!

Si disse...

Patti,
Infelizmente, já há muito que a indiferença faz parte do nosso dia a dia e se fecham os olhos a quem está ao lado, com a desculpa egoísta da segurança e do reverso da medalha. Perderam-se valores e já pouco ou nada se consegue alterar nestas cabeças. Só nos vale a nossa própria consciência.
Mas isso já não basta. Ainda por cima, ganham-se créditos com a desgraça alheia, fazendo-se espectáculo, bombardeando-se títulos retorcidos à espera da avidez dos abutres das notícias de faca e alguidar.
Já não basta ignorar. Tem que se achincalhar e avivar revoltas, distraindo da verdadeira razão da notícia, em direcção a outros sentidos, guiando o rebanho, que, encarneirado, engole tudo o que lhe dão...

paulofski disse...

Fiquei de boca aberta ao assistir a mais uma falta de respeito, Autoritarismo e violência e a que pretexto?

Luísa disse...

Si, afinal o homem não morreu da agressão, como insinuam as notícias. No minuto 1:04 do vídeo, aí o vemos a atravessar o ecrã pelo próprio pé, depois de ter estado caído no chão. O homem terá morrido, certamente, dos nervos, como nervoso estaria o polícia que o agrediu. Estas cenas, infelizmente, dão cabo dos nervos de toda a gente e, se não acabam por nos matar de ansiedade, stress, taquicardia e males quejandos, desmoralizam que se fartam.

Si disse...

Luísa,
Chegou exactamente onde eu queria. A verdadeira essência da notícia é um homem, que nada tinha a ver com o protesto, ter falecido de enfarte, ponto final.
Não morreu da agressão, não fez nenhum vídeo, nem sequer seria notícia, não fora a infeliz coincidência, talvez pela tensão pré-existente, de ter morrido numa linha temporal coincidente com um grande acontecimento mundial, que pôs Londres em estado de sítio.
E nem o devido respeito lhe prestaram, ao distorcer completamente as circunstâncias, dando a notícia com um título destes.

Ka disse...

Credoooo!

Fico mesmo sem palavras...como é possível? :|

BlueVelvet disse...

Está mesmo tudo doido.
Eu não comentei o post logo que o li porque fiquei confusa, já que nas notícias diziam que teria batido com a cabeça no chão, ao cair desamparado.
Mas se bateu, então também teve o ataque de coração? Tudo ao mesmo tempo?
Certo é que o polícia o agride violentamente sem razão nenhuma e depois ainda se insurge contra os transeuntes que estão à volta dele quando ele já está no chão vítima do ataque cardíaco. ( isso vê-se noutro vídeo).
Um funesto acontecimento,uma violência da polícia e uma notícia ridícula.
Definitivamente este mundo está louco, sim.
Beijinhos de mim para Si

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

É sempre bom não esquecer a relação causa/efeito...

Luis Eme disse...

caminham para aí, Si...

e o pior é não se aperceberem.

pedro oliveira disse...

chocante.mas necessário divulgar.
boa Páscoa

Si disse...

Carlos,
Daí eu falar na tensão pré-existente, na resposta à Luísa...
Não defendo a actuação da polícia, nem tão pouco sei se o senhor já teria uma condição clinicamente instável. Isso obrigaria a uma investigação exaustiva das causas/efeitos.
Estou apenas a comentar e a exibir aquilo que eu considero um mau exemplo de jornalismo e um bom exemplo de sensacionalismo e especulação.

Gi disse...

Feliz Páscoa, Querida Si.

Violeta disse...

não, naõ é de ti, está mesmo tudo doido!!! e muitooooooooooooo
boa Páscoa