quinta-feira, 21 de maio de 2009

DÁ-ME O QUE TENS, SENÃO....


Esta foi a frase com que comecei o dia.

E não está completa, a seguir ao 'senão', havia uma palavra começada por 'f', que não quero escrever.

Uma caminhada pela fresca da manhã, em passo acelerado, interrompida pelo barulho e pela presença atalhada de uma mota de cross, conduzida por um indivíduo de blusão de couro, calças de ganga, capacete com viseira preta.

E na mão uma faca.

Sei lá se era ponta-e-mola, canivete suíço, tipo Rambo, de cozinha ou de mesa!

Sei que era afiada e grande e brilhava na mão dele. Isso eu vi.

E ouvi-o distintamente a repetir dá-me o que tens, senão, f***-te! uma série de vezes.

E eu sem nada. E a dizer-lhe, também uma série de vezes, que não tinha nada.

E ele sempre a dizer o mesmo. E eu também.

E a mandar-me virar os bolsos das calças para ver se tinha alguma coisa escondida. E eu não tinha.

E finalmente, o carro que começou a descer a rua, de faróis acesos, que o fez arrancar e deixar-me imóvel, ali, a tremer dos pés à cabeça.

Algo me diz que esta noite não vou dormir lá muito bem.


28 comentários:

Gi disse...

Fónix!
Que espiga!
Quase se meteu num 31!
É o que eu digo lá no meu pedaço, os valores estão em recessão, até mesmo os valores que o de faca afiada gostaria de passar a ter como dele.

Miepeee disse...

Ai Si que horror.
Eu teria feito xixi pelas pernas abaixo ou na pior das hipoteses um ataque de taquicardia.
Espero que esteja um pouco mais calma.
Que grande susto.
Um beijinho grande.

Vekiki disse...

Que susto!!!!!!!!!!!!
Nunca me aconteceu, nem a mim nem aos miúdos, nada parecido com isso, mas acredito que deve ser uma aflição daquelas!!!!
Beijos
PS - na semana dos feriados de Junho rondarei o Porto ;)

once disse...

um abraço reconfortante e uma chávena de chá fumegante ..

Nem sei que mais lhe diga Si .. acho que só quem passa por tal consegue avaliar.

Beijinho

Pepper disse...

Bolas...

É a primeira vez que entro no teu blog e encontro logo uma situação destas. :(
Espero que estejas bem...

Beijos

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Que grande susto para começar o dia, Afilhada! Espero que esteja recomposta. Tem de escolher outro itinerário para o passeio matinal...

Pitanga Doce disse...

Si, minha querida, sei tão bem como isto é! Dou-te o meu colinho, queres?

beijos e fica bem

de dentro pra fora.... disse...

Esta noite!?? se for só esta..
eu andei muitas seguidas e não foi assalto á mão armada, foi no carro...mas levaram tudo, em segundos
Ainda bem que andava por ali um anjo da guarda de farois acesos.
Mas pronto já passou!

paulofski disse...

Puxa, deve ter sido angustiante. Estou certo que estarás já refeita do susto mas não te amedrontes com isso, já passou. Agora é viver a vida o mais normal possível.

Que tal uma lambreta fresquinha para acalmar?

Si disse...

Gi,
Que grande espiga, mesmo!
Já me imaginei ceifada e tudo, apre!!

Si disse...

Miepeee,
Naquela altura não se sente nada, depois é que as pernas vão abaixo!
Beijinhos e obrigada

Si disse...

Vekiki,
Pois olhe que é quando menos se espera.
E eu que penso sempre nisso noutras situações, àquela hora da manhã, nunca me passaria pela cabeça!

Si disse...

Once,
De cidreira, já agora, sim??
Obrigada!

Si disse...

Pepper,
Bem vinda.
Não se deixe intimidar.
Também foi a primeira vez na vida que me aconteceu e espero não vir a acontecer mais.
Volte sempre!
Beijinhos

Si disse...

Carlos,
Nem duvide!
Agora, ali, só de carro e com as portas trancadas!
Obrigada!

Si disse...

Pitanguinha!
Obrigada pela oferta, mas quando ele se foi, sentei-me foi mesmo no chão, que as pernas não aguentaram mais...
E fazer queixa à polícia??
Um olhar benevolente de cima abaixo e um encolher de ombros a dizer que não podem fazer nada sem identificação...

Si disse...

De dentro,
Tenho mesmo que pensar pela positiva e valer-me da sorte de não ter sido magoada, ou então não durmo nunca mais!

Si disse...

Paulo,
Obrigada pela lambreta, que nem sei se na altura valeria a pena, já que duvido que tivesse coragem para o seguir.
Nestas situações, tenho a impressão que o melhor, mesmo, é ficar quietinha...

salvoconduto disse...

Quando li saíu-me uma asneira. Muito gostava de ser o condutor do carro, abalroá-lo e depois garantirmos os dois a pés juntos que ele queria subir com a mota pelo carro acima.

Cuide-se vizinha.

Si disse...

Salvo,
Ah, vizinho, que outra coisa não esperaria de si, atirando para cima dele o peso da fúria de um tripeiro!
Mas sabe que o/a condutor/a do carro nem deu por ela??
Ainda vinha no cimo da rua e já o energúmeno (para ser bem educada) estava a acelerar para bem longe!
De qualquer forma, obrigada!

Pitanga Doce disse...

Si, no ano passado passei por isto e quando o gajo veio direito a mim e eu pensei(vai me assaltar)ele queria a bolsa e eu gritei com ele que NÃO! Naquela hora a única coisa que senti foi raiva e se a gente se engalfinhasse no chão acho que quem levava a pior era ele. Naquele tempo eu ainda era "faixa preta de asa inteira" hehehehehe

A gente tem que rir senão, não sai a rua. Polícia? Só se tu tirares uma foto do ladrão e mandares fazer um pose bem sex.

Si disse...

Ora, Pitanga assanhada, essa, que coragem!!
Raiva eu também senti, mas foi depois, já ao falar com a polícia, antes fiquei foi mesmo petrificada!
A visão da 'faquita' tirou-me completamente a reacção!
Mas ele que me apareça pela frente sem ela, que eu dou-lhe o arroz!!!!
eheheheh

Ka disse...

CREEEEEEDDDDOOOOO
Que susto...nunca me aconteceu nada parecido e nem sei qual seria a reacção mas suponho que ficaria petrificada :|

Beijinho e um abraço

Pitanga Doce disse...

Deixei recado para Si na Gi.

Justine disse...

Tens toda a minha compreensão e solidariedade! Situação que só se deseja aos inimigos...
Espero que entretanto já tenhas recuperado a tranquilidade:))
Bom fim de semana

Pitanga Doce disse...

Si, deixei recado na fujona. Conheces algum advogado? hehehe

Antonio saramago disse...

que forma mais cduel de começar o dia, mas acabas-te por ter um anjo....

Luísa disse...

Si, tenho andado com dificuldade em abrir o seu blogue. Só me aparece o fundo, mas os «posts», nicles. Não me parece que seja de uma primeira página muito pesada. Do que será? Tomo também conhecimento desta sua aventura, que, felizmente, foi só uma aventura. Espero que tenha conseguido e continue a dormir bem, mas que, doravante, não faça caminhadas pela fresca da manhã senão no centro de densas e protectoras multidões, minha querida Amiga. Este país já não está para pessoas despreocupadas e confiantes na segurança das ruas. :-)