sexta-feira, 21 de agosto de 2009

HOJE É DIA DE PRÉMIO!!!!!

Pensavam que me tinha esquecido, baldado, passado à frente, desistido ou feito de conta que não tinha dito nada??
Mas, por quem me julgam??
Faz hoje oito dias, aqui mesmo, que lancei o desafio para um passatempo, relacionado com a peça O Nome da Rosa, uma adaptação dos Fatias de Cá, à obra homónima de Umberto Eco.
Muito participado e por quase todos acertado, a resposta às perguntas colocadas também não era, de todo, difícil.
Assim sendo, os nomes pedidos seriam, precisamente, os de Adso de Melk e Jorge de Burgos, respectivamente, o aprendiz de Guilherme de Baskerville e o monge responsável pela morte dos sete confrades.
E o prémio?
Para alguns já não será propriamente uma surpresa, já que noutra ocasião, recorri aos serviços desta caríssima ilustradora: a minha filha, que, uma vez mais, aceitou em premiar o vencedor, desta vez com a imagem da Janela do Convento de Cristo, onde decorre toda a acção da peça.

Vá lá, pronto, eu não faço mais suspense...

Rufem os tambores, preparem-se os discursos de vitória, que, a grande vencedora deste passatempo de verão é:

LUÍSA

Parabéns, vizinha e obrigado a todos pela participação!

Adenda: Por sugestão do Carlos e desafio da Kristal, há, na caixa dos comentários, novo passatempo, por isso, citando esta última, 'bora lá a puxar pelos galões!!

(e, desde já, prometo prémio!!)

26 comentários:

Dulce Braga disse...

Ela merece...ela merece...ela merece!!!:))

Maria disse...

Parabéns Luisa, ganhou uma bela ilustração e original!
Si, parabéns à filha-talentosa!

Só não percebi quando a Si disse "(...)o critério é este(...)"

Miepeee disse...

Parabens a vencedora e muitos parabens a sua filhota que uma vez mais fez um trabalho lindo.
Beijinho.

Antonio saramago disse...

Parabéns á LUISA!!!

Justine disse...

E parabéns à tua filha, desenhadora de mérito!

pedro oliveira disse...

Pena que a janela real não esteja tão fantástica como o desenho da tua filha.
bom fds

Si disse...

Maria,
Antes de mais, bem vinda a esta casa.
Quanto aos critérios, apenas quis explicar que bastava dar a resposta certa para se habilitar ao prémio, não interessando se foi a primeira ou a última pessoa a fazê-lo.
Foi, portanto, por sorteio, que atribui a imagem, estando todos os que acertaram em pé de igualdade.
Obrigada pelas suas visitas e comentários, sim??
Volte sempre.

Maria disse...

Si, obrigada!
Até pareço picuinhas mas, chegada de novo, só queria saber as regras da casa. Gosto do seu blog e do seu "jeito" reflectido na sua escrita...
Um bom fim-de-semana para a Si e os outros "vizinhos"!

Luísa disse...

Si, estou muito feliz por ter ganho, agradeço a todos o apoio, mas, sobretudo, estou encantada com o prémio. Com licença sua e da sua talentosíssima filhota, tomo imediatamente posse dele, fazendo votos para que organize muitos mais concursos desta categoria! :-D

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Parabéns à simpática Luísa e também à talentosa filha de Vocelência. Está um primor.
esta semana não há passatempo? Também querop habiliatr-me a ganhar um prémio assim!

Kristal disse...

Estou cá com uma raivinha,ainda por cima sorteio sem a presença do representante do Presidente da Junta...com o que se vai passando nestes tempos,pode bem não ter sido transparente,mas bom, não chamo a ASAE e...PARABÉNS À VENCEDORA!

Kristal disse...

Não tenho prémio para dar,só um louvor de BOM APROVEITAMENTO,mas aqui deixo a "foice em seara alheia": Por que razão Umberto Eco escolheu o nome de ADSO para o aprendiz do monge detective?
Bora lá puxar pelos galões!

Si disse...

Kristal,
Eu aproveito a deixa e responsabilizo-me pelo prémio! A adenda já foi feita e tudo!

Si disse...

Vizinhança,
Viram o novo passatempo??
Bom, então, cá fico à espera das vossas participações.
Tal como o anterior, o único critério para a atribuição do prémio, é acertar na resposta, não interessando se são os primeiros ou os últimos a participar - têm, por isso, obrigatoriamente, que responder e não vale dizer apenas que os outros já responderam, ok??
Por sorteio, no final do prazo, entregarei o prémio et, voilá, pesquisem, 'googlem', façam como entenderem, o que interessa é que se divirtam!!!

Rosa dos Ventos disse...

Primeiro, parabéns à filha artista e à mãe babada.
Segundo, parabéns à Luísa.
Terceiro, lá vou eu de novo abrir e pesquisar o tal nome de Adso e "O Nome da Rosa"...

Abraço

Maria disse...

Quanto ao 1ºnome "Adso"- não sei, já "Melk" nome duma cidade da Áustria na beira do Rio Danúbio, famosa por sua abadia beneditina de 1089,terá inspirado Umberto Eco e então "Adso de Melk".
(há no romance alusões a outros nomes e lugares - este romance é uma fonte quase inesgotável para este "exercício", digo eu, muito interessante)
Um bom fim-de-semana!

Luísa disse...

Si e Kristal, segundo a informação colhida, Adso proviria da expressão «ad-Simplicio», sendo Simplício uma personagem do «Diálogo Relativo aos Dois Grandes Sistemas dos Mundos - Ptolomaico e Copernicano» de Galileu, que representa a obtusidade e a incompreensão. Segundo parece, Eco teria decidido contar a história pela voz de um «simples», que não percebesse nada dela até ao fim, e julga-se que terá sido este truque que tornou um enredo complexo acessível a todo o mundo e fez o sucesso do livro. :-)

Patti disse...

Ai mas que Sizinha mais talentosa a sua! E parabéns à Luísa.

cristina ribeiro disse...

Bonito desenho o da filhota, sim senhora, Si!
Parabéns, Luísa!

Filoxera disse...

Que filha dotada! Parabéns.
E parabéns à Luisa, merecedora do prémio.
Um beijo.

Rosa dos Ventos disse...

Adso é um nome tipicamente medieval que significa "elementar".
Sendo o braço direito de Guilherme de Baskerville, funciona como Watson junto de Sherlock Holmes, neste fabuloso romance policial.
- Elementar, minha cara Si! :-))

Adoro romances policiais.
Agora um enigma para ti:
- Quem teria sido o meu Adson/Watson nesta descoberta tão "elementar"? :-))

Abraço

Kristal disse...

Será que foi a badana do próprio livro?
Elementar,minha cara Watson!

ABRAÇO

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Não sei se ainda venho a tempo de responder( andei o fds fora da bloga), mas como também não sei a resposta, não faz mal. Ainda não é desta...
Um aboa semana para si

Kristal disse...

Quero felicitar a Luísa,pelo seu interesse e... se calhar tem razão nas suas deduções,mas não está assim na badana do livro...Que fazer?
Esperar por outros desafios.

Luísa disse...

Buááááá!

;-D

1/4 de Fada disse...

Acha que eu resistia a isto? Falhou-me o passatempo anterior, infelizmente, que era de caras... O Quarto está fechado, mas eu não! Adso é um nome medieval que significa elementar, como diz a Rosa dos Ventos, e a badana do livro, claro... O monge detective usa, muitas vezes, uma expressão que é impossível não reconhecer: "Elementar, meu caro Adso!" Adso, Adson, Watson. A associação é praticamente natural. Se formos à origem do nome encontramos a preposição latina "ad", que significa "junto de". Adso é aquele acompanha, que testemunha toda a investigação, e todo o conhecimento que temos da história é mediado por ele. Mas há mais coisas giras sobre nomes neste livro - Guilherme é a tradução portuguesa de William (de origem inglesa, como o cão e Holmes). Para além disso todo o labirinto tem o fantasma de Borges e a própria personagem do bibliotecário cego nos remete ao escritor, ele também responsável pela Biblioteca Nacional de Buenos Aires. E é melhor parar por aqui, que o livro fascina-me e quando o li arrependi-me imenso de não ter querido estudar latim quando tive oportunidade.