sexta-feira, 30 de outubro de 2009

uuuuhhh, scary!! (antevisão hallowínica)


.......
A meia noite chegou e Cinderela não voltou do baile. Ficou nos braços do Príncipe, a dançar, a rodar pela sala toda, esquecida, já sem vestido de seda, nem tiara nos cabelos, nem sapatinhos de cristal, desmaquilhada, remendada, de avental e chinelos.
O Príncipe parou.
Boquiaberto, olhava-a de cima abaixo.
Ora abóbora, exclamou, normalmente é preciso casar primeiro e esperar 30 ou 40 anos até que exibam o fim do prazo de validade!

13 comentários:

Gi disse...

Depende, não é? Vejo aí muita Rainha bem enxuta. ;)
Sim, que supostamente também evoluímos de princesas para rainhas. As fadas do lar serão outras. ;)

pedro oliveira disse...

Gosto masi do "tia dá bolinho" é mais nosso.
bj e bom fim de semana

Rosa dos Ventos disse...

Bem divertido, tive que me rir, mas também prefiro o:
Ó tia, dá bolinho?

Abraço

Si disse...

Pedro e Rosa,
A tradição do 'Ó Tia dá bolinho' tem uma ligação familiar e afectiva muito especial para mim. (Tanta, que sou capaz de ir lá, pessoalmente, fazer a pergunta ;)).
Este texto, propositadamente disparatado, é tal e qual como vejo o Halloween - uma importação comercial e metida a ferros nos nossos costumes.

Poetic GIRL - BELA disse...

Muito me ri ao ler isto... :) beijinhos

Pitanga Doce disse...

Mas é por isso que antes de dar a meia noite eu atraso o relógio para as onze. hehehehe

Si disse...

Poetic Girl,
De seguidora a comentadora, sinta-se bem vinda e volte sempre!

Si disse...

Pitanga,
Que danadinha, hein, dona??
Agora percebo sua juventude! É só atrasar os 'cebolas' e puf, melhor que lipos e botoxes!! ;))

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

No tempo da Cinderela não havia "liftings"?

Pitanga Doce disse...

Si, estás enganada. Eu atraso os relógios e ainda faço as lipos e os botox. hehehehehehehehe Foi a Sodona Maya quem me ensinou. Aquela das cartas de tarot. Dizem que até a Amelinha e a Maria Emilia vão lá.
hahahahaha Eu hoje estou tão má!!!

Violeta disse...

Príncipes e gatas borralheiras não se juntam. vivem em mundos separados. Si não a credites nestas histórias...
Bjs

Justine disse...

Ai que machista que esta é...mas tem graça:))
(aqui, amanhã, é o dia todo com bandos de crianças a entrarem jardim dentro gritando"oh tia dá bolinho - e eu dou!"

Luísa disse...

Esse príncipe, nem rifado, Si! Os bons príncipes costumam saber identificar, por baixo das sedas, dos cremes e das tintas, a excelência da matéria-prima. ;-D