quarta-feira, 22 de julho de 2009

estroinices



Hoje o Dia acordou macambúzio.
Mal disposto, irritado, atirou com a porta à cara do Sol e fechou-se no quarto.
Espalhando a rezinza pelos humores mortais, chamou as nuvens, convocou o vento e, cheio de perrice, desarrumou a chuva e espalhou-a por onde lhe apeteceu.
Amuado, com a face encorrilhada e cinzenta, deu um pontapé aos nimbos, arrasando-lhes os altos castelos de vapor e calcou-os com raiva, até os transformar em nevoeiro.
Colérico, passou a tarde a espevitar o mar, a esbofetear as ondas contra os pontões, empurrando-as pela areia adentro, a riscar de um escuro furioso o espelho das águas.
Insatisfeito, berrou e protestou, grosseiro, cavernoso, medonho, eléctrico.
Esteve assim horas seguidas, sem que ninguém o conseguisse aturar.
Até que chegou a Lua, cheia, redonda e enorme para se impôr.
Olha lá, tu não achas que já chega por hoje? Dobra aí o tapete de nuvens que me empoeira o céu, manda para casa o vento que me despenteia e guarda a chuva que me encharca o soalho.
Ele preparava-se para lhe responder à letra, mas ela calou-o.
Nem te atrevas a discutir. Já são horas de ires para a cama. Amanhã brincas mais e se te portares bem, convido a Prima Vera(ão).
Ele finalmente acalmou e adormeceu, ansioso.
Era por ela que ele esperava.

**Post publicado em Outubro de 2008 e reeditado hoje, porque por aqui, vai tudo pelos ares!!

29 comentários:

Antonio saramago disse...

Só se foi por aí, porque cá por baixo, nasceu lindo, raiando o sol e estando bastante calor até.

Patti disse...

Sabe que isto aqui pela mouraria, bem perto do reino de Marrocos e onde quase se toca no Mediterrâneo, o clima é diferente daí, do reino dos Visigodos.
Esteve ontem um dia magnífico de céu azul, brisas quentes, raios de sol e t-shirt.
Por aqui o mau humor do clima, é só às vezes.
Vamos lá ver como vai estar hoje.

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Hoje o sol apareceu envergonhado, quiçá comprometido com a reprimenda da véspera, mas não trouxe por companhia a Prima Vera.
De vez em quando, tendo o mar como paisagem de fundo, gosto desses dias que tão bem descreve. E se Santa Bárbara espalhar a sua luz no horizonte, depois de chegar a noite, o espectáculo torna-se deslumbrante.

Tretoso Mor disse...

Si,

O chato da situação é que se a Pima Vera não vem quando está à espera, o tipo chama o trupe dos Bombos e a equipa da electricidade, e vá de escavacar o tecto com a trepidação.

tretices soalheiras para Si.

http://tretas-da-vida.blogs.sapo.pt/

f@ disse...

As nuvens não se deixam abater assim…
Já estão de atalaia num céu aberto … certamente a espreitar os raios que abrilhantam o azul…
As nuvens são imprevisíveis andam por aí a lavrar o céu…

Bj das nuvens

Si disse...

António,
Foi mesmo. Macambúzio com as letras todas!
Prendinhas

Patti,
Este reino Visigodo
Tem dias personalizados
E sempre foi um bom modo
De manter Mouros afastados!!
Prendinhas arejadas : ) : )

Miepeee disse...

Sol? Onde? So se for por cima das nuvens, porque ultimamente nao lhe tenho posto a vista por baixo.
So me da vontade de dizer o mesmo que a B. : "Nuvens e se fossem chatear para outro lado?".
Um beijinho

pedro oliveira disse...

Aqui no pinhal de Leiria, o sol esteve sempre presente, somos uns priviligiados,sol,praia,
pinhal, 2 auto-estradas,enfim qualidade de vida, para completar o ramalhete só mesmo este bairro virtual cheio de bom gosto.
PO
vilaforte

1/4 de Fada disse...

Que texto tão cheio de emoções! E o que apreciei os seus adjectivos. Por aqui pelo sul adivinha-se um fim de semana semelhante ao seu post: caprichoso, com um humor inconstante.

Si disse...

Carlos,
Este Dia foi muito mal educado. E até acho que a Lua foi muito benevolente, porque se fosse comigo, tinha apanhado um valente tabefe.
Não gosto Dele assim. Dá-me neuras!!
Prendinhas em concha

Si disse...

Tretoso,
Pois, agora anda com más companhias e pronto, é no que dá. Pelo sim, pelo não, a Lua vai-lhe cortar a mesada...
Prendinhas da treta

Si disse...

Fa,
E nem me atrevo a contradizê-la. Quem vive nas nuvens, sabe bem o que elas valem!
Prendinhas em algodão doce.

Si disse...

Miepeee,
Estão está que nem eu!
Que nervossssss!
Prendinhas

Si disse...

Pedro,
E nesse pinhal ainda há camarinhas?
Aqueles arbustos rasteiros, com umas bagas minúsculas brancas e de sabor ácido, que comiamos no carro quando vínhamos da praia?? Que saudades!

Si disse...

Fada,
A emoção maior foi mesmo a rezinza, com que Ele conseguiu contagiar os humores mortais. Tal como disse ao Carlos, apetecia-me dar-lhe um tabefe!
Prendinhas de pirlimpimpim

pedro oliveira disse...

Sim, há ainda camarinhas cara amiga.
PO
vilaforte

paulofski disse...

O meu guarda chuva que o diga, fiz-lhe o velório há pouco. Se tivesse de férias seria pior.


Beijinho

Pitanga Doce disse...

SI, vi pelo telejornal que ventou tanto por aí que quase Portugal veio parar ao Brasil! Que coisa, hein?

bom dia e Sol ameno para ti

Luísa disse...

Si, quase me apetece dizer que assim se mantenha o tempo, rezingão. Quando desanuvia, o calor é dos que nos tira a vontade de fazer o que quer que seja. Enfim, pode desanuviar para a Lua. Mas para o Sol, convém que continue a mandar-lhe uns sopros frescos. :-)

Rosa dos Ventos disse...

Por aqui também se passou o mesmo, mas sem mar, sem ondas, só árvores a agitarem-se ao sabor de ventos uivantes e brilhantes de chuva...
Hoje já vi o azul do céu manchado ainda de cinza e um sol meio envergonhado.
Teremos Primavera em pleno Verão caprichoso?!

Abraço

Antonio saramago disse...

O S.Pedro em consideração por mim, trouxe de volta o sol, pelo menos por aqui e sem estar calor, está um bonito dia.
Já sentia saudades de vadiar por aqui e como já estou mais velho, mas rabujento vou ficando.
Tem paciência e vai-te acustumando á ideia de que já não há verões como em tempos atráz...

Kinkas disse...

Hoje,depois de uma bela chuva para as hortaliças do meuquintal,surgiu um solzinho para animar,embora as nuvens, agora de prata,estejam com ele, prontas para fazer a vontade aos meteorologistas.Acresce que você,Si,tem mesmo jeito para a escrita!

Filoxera disse...

Gostei do texto. Os elementos com vida própria :-)
Agora fiquei curiosa como é que passou os comentários de Outubro para aqui...
Beijinhos.

Rosa dos Ventos disse...

Sai à tia! :-))

Abraço

Justine disse...

Sempre as fêmeas a exigirem algum juízo aos machos:))
De uma enorme e encantadora criatividade, o teu texto!

Si disse...

Filoxera,
Não passei os comentários. Republiquei, apenas, o post, e eles vêm junto... :)
Beijinhos!

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Vai por aí uma preguiça...

Si disse...

Preguiça??
Onde??
Não fui eu que me mudei para o reino dos Algarves, nem muito menos para um Rochedo no Guincho.
Trabalhinho e muito, sabe o que é isso, Sr. Carlos Barbosa de Oliveira????
Humpfffff!!

Pitanga Doce disse...

Ah, gostei dessa "para o reino dos Algarves". Quando el(A) voltar e ler, vai ser o máximo ! ehehe