quinta-feira, 24 de junho de 2010

as coisas que tu sabes, pai!

Este era o meu problema: 


Dobradiça partida, 
écran do portátil solto do lado esquerdo,
porcas e parafusos perdidos.


 Tiram-se as medidas com o compasso de bico;


cavilha sextavada coloca-se no torno;


A broca fura o diâmetro pretendido;


O buril de sangrar faz o acabamento;


Ajusta-se a tensão do serrote de ourives;


Corta-se a peça na espessura pretendida;


E o resultado final:
 à esquerda, a de fábrica, à direita, a acabada de sair do torno,


verificada na medida pelo paquímetro
o passe de rosca acertado pelo conta-fios,
  ajustada no seu lugar pela chave de cruz.

Estas são as mãos de quem nasceu há exactamente 79 anos.




Ainda hoje, as coisas que não sei, pergunto-lhe; 
esmaga-me sempre com o poder das respostas e das suas soluções.

Parabéns, Pai.


Em fundo, escolhida a preceito, a versão original de Recuerdos de Alhambra, dedilhada pelo inigualável Andre Segovia 

17 comentários:

Pitanga Doce disse...

A arte das mãos misturada ao sentimento. Tenho um assim, mas na arte do metal. Às vezes tenho a sensação de que não sei nada! Que sorte a nossa Si!

beijos em noite fria de São João.

Não foste aos martelinhos e às sardinhas, ó filha?

Antonio Saramago disse...

Vamos lá encontrar nos dias de hoje um Homem abaixo dos 40 que tenha habilidade de fabricar determinadas coisas.
PARABÉNS AO TEU PAI!!

Luísa disse...

Andam muito transviados destas terras esse engenho e, sobretudo, a paciência, a dedicação e o perfeccionismo. Muitos parabéns ao seu Pai, Si. :-)
P.S.: A minha filhota fez o seu exame de guitarra deste ano com essa, entre outras cinco músicas. Estou a gostar muito de a ouvir aqui.

Si disse...

Pitanga,
Que sortudas, sim. E como eles merecem!

(Fui, pois! :D)

António,
Obrigada, também penso o mesmo, já não se fazem homens como antigamente, não é?

Luísa,
Engenho e engenharia, inteligência, cultura geral apuradíssima.... mas sou tão suspeita, não sou?
P.S. E eu, cresci a ouvir estas e outras músicas na guitarra do meu pai, depois na do meu irmão, depois na da minha irmã. Para mim só restaram campaínhas de porta... ;D

Gi disse...

Parabéns ao seu sábio Papá.
Temos mais esta data em comum nas nossas vidas. ;)

Rosa dos Ventos disse...

Parabéns à filha pelo pai que tem e ao pai pela filha que tem...

Abraço

GJ disse...

Parabéns Si, pelo pai que tem e para si que o partilha.:-)

Justine disse...

A arte de dar vida às coisas, com as suas próprias mãos. A verdadeira sabedoria!
Que grande, sentida, comovida e comovente homenagem, SI!

Kristal disse...

Comovida até ao fundo do meu coração.Vocês merecem-se.
Grande Abraço aos dois

Patti disse...

Mas que talento! E quem tem um pai assim, tem tudo.

Parabéns Pai Sizinho :))))))))))))))))

Sunshine disse...

Parabéns aos dois!
Esse texto fez-me lembrar o meu avô, era capaz de consertar tudo, e um tempo em que as coisas duravam...
beijinhos com raios de sol

Filoxera disse...

Parabéns!
Um beijinho, com admiração.

JPD disse...

Perfeito!

Turmalina disse...

Que adorável! Parabéns para o seu pai. Eu gosto muito das ferramentas e inclusive já estourei muitas serras no serrote de ourives.Porque é preciso muita paciência, firmeza e cuidado.Quem já trabalhou o metal sabe que é uma profissão que requer muita dedicação.

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Que bela homenagem ao Pai que bem merece, pelo relato que nos faz. Parabéns aos dois.

Fatima disse...

Cheguei atrasada para deixar os parabéns ao pai, mas fica na mesma um grande abraço.
Porque será que os pais sabem sempre tudo?


simecq.cultura

Fátima disse...

Cheguei atrasada para deixar os parabéns ao pai, mas fica na mesma um grande abraço.
Porque será que os pais sabem sempre tudo?


simecq.cultura